play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left

EU NÃO ACREDITO

toda segunda-feira um novo episódio
Ouça em todas as plataformas
Background

Eu não acredito que mesmo depois de 200 anos do grito de Dom Pedro I ainda sabemos tão pouco sobre a Independência do Brasil.

Sim. Muito se fala e pouco, de fato, se sabe sobre o que aconteceu às margens do rio Ipiranga no dia 7 de setembro de 1822.

Nada foi tão bonito como pinta a história que aprendemos em sala de aula.

Depois deste EU NÃO ACREDITO, você nunca mais vai olhar para o quadro do Pedro Américo do mesmo jeito.

DESCUBRA NESSE EPISÓDIO:
Em que contexto histórico aconteceu a Independência do Brasil?
Dom Pedro I foi mesmo o protagonista da Independência?
O que de fato mudou no país depois daquele 7 de setembro?
Nossa Independência foi de alguma forma revolucionária?
Por que aprendemos sobre a Independência de forma romantizada?
Será que realmente nos tornamos Independentes?

ERRATA:
Diferentemente do que foi dito pelo convidado Paulo Alberto dos Santos, o Estado do Mato Grosso, não possui 144 munícipios e sim 141.

OFERECIMENTO
Accenture
G-Locks Fechaduras Eletrônicas

LINKS DO PROGRAMA
Fechadura Eletrônica AA 200
Fechadura Eletrônica AC 200
PIXEL REDONDO – Codashop
E-mail da Rede MT Ubuntu: [email protected] 

REFERÊNCIAS TEXTUAIS
Os malês e a resistência negra na Bahia. (Youtube)
“Ainda não demos o grito da independência”, dia a historiadora Lilia Schwarcz. (O Globo)
Samba-enrededo Mangueira 2019 – “História para Ninar Gente Grande” (Youtube)
Independência do Brasil – Eduardo Bueno (Youtube)
Quadro “Independência ou Morte”, de Pedro América. (Wikipédia)
Quem foi Darcy Ribeiro? (Memórias da Ditadura)
Lei de 1837 – Primeira lei de educação: negros não podem ir à escola. (Favela Potente)
Artigo 138 da Constituição Federal de 16 de Julho de 1934 .(Jusbrasil)
Lei nº 9.394 que torna obrigatória o ensino da temática “História e Cultura Afro-Brasileira” (Planalto)

Gostou do episódio? Mande um comentário em áudio pelo WhatsApp +55 11 98765-6950. Seu comentário poderá aparecer no podcast Serviço de Atendimento à Cavalaria (SAC).


mande seu comentário em áudio