play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
  • Home
  • keyboard_arrow_right Arquivo
  • keyboard_arrow_right Blog
  • keyboard_arrow_right Áudio livro: a nova forma de leitura

Áudio livro: a nova forma de leitura

1054 Resultados / Página 1 de 59


Background

Áudio livro é a nova alternativa para os leitores de hoje, a vida agitada e agenda cheia tornam impossíveis manter o hábito de leitura em um livro físico. Além do peso dependendo de alguns livros, a flexibilidade em um áudio livro é bem maior. Essa nova ferramenta consiste em um serviço de produção de diversos livros, mas em áudio.

Os títulos são reproduzidos conforme seus autores e adaptações e também com diversidade de tradutores, ao baixar o livro é possível acelerar a leitura ou torná-la lenta, os diálogos mantêm uma dinâmica maior ao livro e a facilidade de construir o cenário da obra é mais fácil na mente do leitor.

Existem opções para pessoas que buscam um resumo da obra, a opção adaptada trás o conteúdo mais direto a ideia central ou para o leitor que busca uma versão modificada da obra.

Para ter o serviço é simples, em sua maioria existe disponível no site a compra do áudio livro, mas existe a possibilidade de assinatura do serviço. Em média, as empresas nacionais cobram na assinatura mensal em média R$20,00 ou R$ 5,00 a semana, o livro fica em seu catálogo e também disponível no aplicativo para reprodução.

Funciona em modo offline, sem necessidade de internet e é possível pausar sua leitura e voltá-la de onde parou. Todas as suas leituras são salvas e podem ser carregadas de diversos tipos de aparelho de mídia,por exemplo: celular ou computador, ambos serão salvos em seu histórico e reproduzidos do período que parou independente da troca de mídia.

Vantagens

Além da praticidade e  ser mais flexível em relação a espaço, ter o serviço de áudio livro lhe dá a possibilidade de obter muitos livros ao decorrer do ano e consequentemente um aumento na quantidade de leituras das obras, o que mantêm o hábito naquilo que gosta.

Os áudio dramas, por exemplo, é uma opção para quem busca uma interação e vivacidade na escuta da leitura. As histórias ganham vida com a interpretação dos atores, a sonoridade é 100% tanto com sons externos quando trilha sonora. “Em um áudio drama do Drácula tem mais ou menos uns 9 atores e eles fazem uma interpretação com uma maior vivacidade,intensidade. Fora a questão de música que são colocadas nos momentos certos e ajudam entrar dentro do universo do filme” disse Rafael Lohmann consumidor de áudio livro.

Desvantagens

Uma das poucas desvantagens do áudio livro é em relação à diversidade de catálogo para livros estrangeiros, já que as empresas que fornecem o produto ainda possuem limitações para adquirir os direitos autorais, fora o custo benefício para essa tradução que é um dos outros pontos para quem consome áudio livro atualmente.

Se você busca por livros com gêneros específicos ou de origem estrangeira gastará em média 100 reais ou mais no ano dependendo da frequência de leitura.

Assim como todo serviço digital, os livros ficam em seu catálogo virtual depois que compra,mas se esse serviço deixa de existir em algum momento, os livros adquiridos não estarão mais disponíveis também.

Áudio livro no Brasil ainda é recente e um mercado promissor, no ramo são duas empresas que são pioneiras há um pouco mais de 5 anos e que estão trazendo inovações Toca Livros e Ubook. “Ainda tem muito espaço para todos, com muito título para ser produzido e muito brasileiro brasileiro para descobrir como o audiolivro pode fazer parte de sua vida” como complementa Ricardo Camps, assessor de Imprensa da Toca Livros.

As duas empresas estão buscando trazer as pessoas para essa nova plataforma e ampliar ainda mais a diversidade em seus catálogos. “Há 3 anos sentimos falta da oferta de audiolivros como consumidores. Percebemos que não havia ninguém ainda atuando no ramo através de smartphones”, comentou Leonardo Sales, Diretor de Operações da Ubook.

Como podemos ver o ambiente é novo, mas se tornará cada vez mais necessário na era da internet e com a agilidade que as coisas passam. A falta de tempo em meio essa vida contemporânea é o grande fator chave.

Dicas para novos leitores de áudio livro

Se você está iniciando no processo de livro físico para áudio livro saiba que é uma questão de adaptação. “O ideal é que a pessoa ocupe os dois sentidos primordiais pra leitura, visão e audição. Acompanhar o áudio junto com a leitura do livro físico.” indicou Rafael Lohmann.

Usar a regulagem no ritmo da leitura também é indicado, ao se acostumar com o ritmo de sua leitura se sentirá mais confortável para acelerar o áudio.

Largar o livro físico pode ser um tanto quanto difícil, mas as alternativas para manter o amor pela leitura são ótimas e melhoram cada vez mais em todo sentido.


EU NÃO ACREDITO

toda segunda-feira um novo episódio
Ouça em todas as plataformas
Background

Eu não acredito que a TV a cabo está perdendo 170 mil clientes por mês no Brasil!

A migração de espectadores para serviços de streaming é intensa, rápida e inegável: estamos criando um novo padrão de como consumimos conteúdo que costumávamos assistir nas emissoras de televisão.

Neste episódio do EU NÃO ACREDITO, vamos entender qual é o futuro da televisão nos próximos anos!

DESCUBRA NESSE EPISÓDIO:
–  Como é o processo de inovação dentro do mercado de TVs?
–  O papel da televisão mudou?

– Como o streaming mudou o consumo de conteúdo?
– Já estamos ficando saturados de plataformas de streaming?
– Como escolher entre as plataformas de streaming?
– Como fica a TV a cabo no cenário de streaming?
– Qual é o papel das TV boxes no mercado atual?

OFERECIMENTO
G-Locks Fechaduras Eletrônicas

REFERÊNCIAS TEXTUAIS
Sinal dos tempos: TV por assinatura perde 6 milhões de clientes em 7 anos (Veja)
Lei 12.485 – Lei da TV Paga (Site do Planalto do Governo)
Lei sobre TV por assinatura é resposta à necessidade de desenvolvimento do mercado brasileiro, afirma diretor da Ancine (Jusbrasil)
Ancine: TV paga superou cota de exibição de conteúdo nacional em 2016 (Agência Brasil)
Sociedade pode contribuir com modernização da Lei da TV por assinatura (Governo do Brasil)
Opinião: TV paga vai acabar? Não, mas no futuro talvez mude de nome (Uol)
IPTV fez pirataria mais que triplicar no Brasil, diz Claro. (Uol)
Explosão de consumo infantil e filmes faz TV paga renascer em meio à quarentena. (Uol)

Gostou do episódio? Mande um comentário em áudio pelo WhatsApp +55 11 98765-6950. Seu comentário poderá aparecer no podcast Serviço de Atendimento à Cavalaria (SAC).


mande seu comentário em áudio