play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
  • Home
  • keyboard_arrow_right Arquivo
  • keyboard_arrow_right Blog
  • keyboard_arrow_right Por que sexo ainda é tabu?

Por que sexo ainda é tabu?

818 Resultados / Página 1 de 46


Background

Sexo é um assunto que não é muito explorado publicamente, é um tabu, mas ganha espaço na boca das pessoas com muita facilidade nos dias de hoje. A realidade é bem justa e precisa: sexo é bom, todo mundo faz ou vai fazer um dia, porque é uma necessidade biológica de todo ser vivo e não está vinculada ao casamento!

Um hobby

É como conversar sobre aquela comida deliciosa, a sua comida preferida. Digamos que é a mesma sensação de prazer, só que 10 x melhor. Porque não falar de algo tão bom assim? Aproximadamente 53% das pessoas mantêm relação sexual com um parceiro(a) fixo. Em média as pessoas fazem sexo de 2 a 3 vezes por semana, logo sexo tem que estar na boca das pessoas!

Quanto se tem uma frequência baixa de relações, isso não se dá apenas pela “falta de tempo”, mas sim pela falta de iniciativa do assunto com o companheiro(a), falta de comunicação de expor sua vontade de realizar sexo. Como disse é uma necessidade fisiológica, uma hora o corpo pede.

Não se prenda a padrões, mesmo se não tem um parceiro(a) fixo, sinta-se a vontade para falar sobre o assunto ou fazer também! Diga suas vontades, seus fetiches e seja honesto consigo, afinal ter novas experiências PRINCIPALMENTE no sexo é sensacional! :b

Lembre-se, sexo com prevenção só traz saúde, é uma via na qual os dois lados ganham e o melhor, É DE GRAÇA (ou não)!

E para você, sexo é tabu?

RAULLL com gostinho de feromônios pra vocês!

Se você gostou desse post, veja também:

Review Vibrador We Vibe 4 Plus 

19 motivos para fazer sexo!

Qual sua fantasia sexual? Ultrageek 169


EU NÃO ACREDITO

toda segunda-feira um novo episódio
Ouça em todas as plataformas
Background

Eu não acredito que finalmente estamos ouvindo o lado B da história da nossa civilização.

Sim. E o nome da escola de pensamento que está a frente desse movimento é a decolonialidade.

Nesta semana, para compreender nossa estrutura social de forma a torná-la mais justa e diversa, vamos entender exatamente o que é e como funciona a decolonialidade!

DESCUBRA NESSE EPISÓDIO:
– De onde surgiu o conceito de decolonialidade?
– Como a decolonialidade atua pra contrapor o imperialismo?
– Qual é a diferença entre decolonialidade e desconstrução?
– Como a decolonialidade se relaciona com o pós-modernismo e a descolonização?
– Existem diferenças entre as linhas de decolonialidade?
– Como a pedagogia decolonial pode beneficiar futuras gerações?
– Qual é o papel da decolonialidade no feminismo?
– Como a questão colonizadora impacta o movimento feminista?
– Qual é a importância da decolonialidade na sociedade brasileira?
– Há muita resistência à decolonialidade? 

REFERÊNCIAS TEXTUAIS
Ailton Krenak conta a sua trajetória e fala da luta permanente dos povos tradicionais no Brasil (Canal YouTube Assembleia de Minas Gerais)
Eleito intelectual do ano, Aílton Krenak ensina: “A vida não é útil” (ECOA – UOL)
90º aniversário da Dra. Maya Angelou (Doodle)
Arcas de Babel: Lubi Prates traduz Maya Angelou (Revista Cult)
Falando em línguas: uma carta para as mulheres escritoras do terceiro mundo (Revista Estudos Feministas)
Poema “Canção Peregrina” de Graça Graúna (Revista Acrobata)

Gostou do episódio? Mande um comentário em áudio pelo WhatsApp +55 11 98765-6950. Seu comentário poderá aparecer no podcast Serviço de Atendimento à Cavalaria (SAC).


mande seu comentário em áudio