play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
  • Home
  • keyboard_arrow_right Arquivo
  • keyboard_arrow_right Rede Geek
  • keyboard_arrow_right Review Maroto – Moto G4 Play

Review Maroto – Moto G4 Play

1054 Resultados / Página 1 de 59


Background

A Lenovo finalmente colocou no mercado o Moto G moleque, o moto G raiz, o moto G Custo X Benefício que todo mundo conhece! Mas a pergunta é será que ainda existe espaço para ele?

O Moto G4 Play tem a mesma linha de design dos seus irmãos, o corpo é todo de plástico e a traseira é texturizada! A tela de 5 polegadas é uma ótima pedida para quem gosta de aparelho menores e que encaixam melhor na palma da mão.
Um ponto forte do Moto G4 Play, considerando sua faixa de preço, é a resolução da tela Full HD, com ótimo brilho e cores, o que é perfeita para ver filmes e jogar!

Como de praxe a experiência de uso do Android na linha Moto é muito boa, com quase nenhuma customização, a usabilidade é bem fluida! Uma função que ajuda sempre o usuário é o Moto Tela, que basta tocar dela que mostrará informações de notificação.

Como sempre o o ponto mais fraco de um smartphone de custo médio é a câmera! Eu achei o foco muito lento e as fotos no escuro ficam granuladas, mas se a câmera não for a principal função que você busca em um smartphone, o Moto G4 Play vai atender suas necessidades, principalmente quando a iluminação for boa.

Falando agora de desempenho, na minha opinião Moto G4 Play tem o Hardware mínimo para um smartphone Android rodar bem! Mesmo tendo usando um processador relativamente antigo, os 2 GB de RAM garantem o bom desempenho! Ele faz muito bem as tarefas diárias como navegar, ver emails, acessar redes sociais e da conta de jogos mais pesados e filmes em HD.
Um ponto importante, com toda certeza você vai precisar de um cartão de memória. 16GB é bom, mas não o suficiente para um uso a longo prazo.

Gostei bastante do desempenho de bateria. Apensar de ter apenas 2800 mHA o processador e a tela LCD ajudam a economizar bateria. Então em um uso comum, ouvindo 1 podcast, navegando em redes sociais e acessando e-mails, o aparelho chega tranquilamente no final do dia com bateria, só não vale jogar Pokemon Go!

Antes de finalizar 3 pontos que você precisa saber:

  • Ele tem rádio FM e tem a versão com TV Digital!
  • Nada de funções de voz e de movimento =(
  • O Moto G4 Play vem com 2 opções de traseiras coloridas

Agora respondendo a pergunta do começo, eu acredito sim que existe espaço para o Moto G4 Play, ele é básico, mas tenho certeza que vai atender a necessidade de seu público durante uns 2 anos.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Plataforma: Android 6.0.1 (Marshmallow);
Tela: LCD de 5 polegadas com resolução de 1280×720 pixels
Processador: quad-core Snapdragon 410 de 1,2 GHz
GPU: Adreno 306;
Memória RAM: 2 GB;
Memória interna: 16 GB;
Memória externa: suporte a cartão microSD de até 128 GB;
Câmera: 8 megapixels (traseira) e 5 megapixels (frontal);
Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11n, GPS, Bluetooth 4.1, USB 2.0, rádio FM, TV digital (na versão DTV Colors);
Bateria: 2.800 mAh;
Dimensões: 144,4 x 72 x 9,9 mm;
Peso: 137 gramas.


EU NÃO ACREDITO

toda segunda-feira um novo episódio
Ouça em todas as plataformas
Background

Eu não acredito que a TV a cabo está perdendo 170 mil clientes por mês no Brasil!

A migração de espectadores para serviços de streaming é intensa, rápida e inegável: estamos criando um novo padrão de como consumimos conteúdo que costumávamos assistir nas emissoras de televisão.

Neste episódio do EU NÃO ACREDITO, vamos entender qual é o futuro da televisão nos próximos anos!

DESCUBRA NESSE EPISÓDIO:
–  Como é o processo de inovação dentro do mercado de TVs?
–  O papel da televisão mudou?

– Como o streaming mudou o consumo de conteúdo?
– Já estamos ficando saturados de plataformas de streaming?
– Como escolher entre as plataformas de streaming?
– Como fica a TV a cabo no cenário de streaming?
– Qual é o papel das TV boxes no mercado atual?

OFERECIMENTO
G-Locks Fechaduras Eletrônicas

REFERÊNCIAS TEXTUAIS
Sinal dos tempos: TV por assinatura perde 6 milhões de clientes em 7 anos (Veja)
Lei 12.485 – Lei da TV Paga (Site do Planalto do Governo)
Lei sobre TV por assinatura é resposta à necessidade de desenvolvimento do mercado brasileiro, afirma diretor da Ancine (Jusbrasil)
Ancine: TV paga superou cota de exibição de conteúdo nacional em 2016 (Agência Brasil)
Sociedade pode contribuir com modernização da Lei da TV por assinatura (Governo do Brasil)
Opinião: TV paga vai acabar? Não, mas no futuro talvez mude de nome (Uol)
IPTV fez pirataria mais que triplicar no Brasil, diz Claro. (Uol)
Explosão de consumo infantil e filmes faz TV paga renascer em meio à quarentena. (Uol)

Gostou do episódio? Mande um comentário em áudio pelo WhatsApp +55 11 98765-6950. Seu comentário poderá aparecer no podcast Serviço de Atendimento à Cavalaria (SAC).


mande seu comentário em áudio