play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
  • Home
  • keyboard_arrow_right Arquivo
  • keyboard_arrow_right Blog
  • keyboard_arrow_right Não deixe a vida pra depois

Não deixe a vida pra depois

818 Resultados / Página 1 de 46


Background

Fala Cavalaria, tudo beleza?

Não sei se vocês já viram, mas a galera da Claro começou uma campanha muito bacana nos últimos dias. Como a gente sempre entra nessa “vibe” filosófica no final de ano, decidi aproveitar o gancho e compartilhar com vocês uma experiência minha…

Em dezembro de 2007 eu estava passando por um momento muito intenso da minha vida, tinha saído da agência que trabalhava e decidido fazer freelas em casa. Ganhei muito tempo livre nessa história, mas como não consigo conter minha energia criativa, aproveitei todo tempo possível para desenvolver uma ideia que estava na minha cabeça fazia um tempo: VOU FAZER UM BLOG E UM PODCAST.

E foi assim, no dia 25 de dezembro de 2007, na ressaca da ceia de natal que nasceu o WeRgeeks. O embrião da Rede Geek era um processo natural para poder compartilhar minha paixão por falar sobre tecnologia, ficção científica e ciências, mas daquele jeito informal que vocês conhecem.

Conforme o tempo foi passando, surgiram muitas escolhas difíceis… Entrei em uma corporação gigante, concluí o bacharelado, comecei e terminei alguns namoros e, finalmente, larguei o emprego fixo para me dedicar integralmente para a produção de conteúdo. Não foi uma escolha fácil, mas quando ela surgiu, agarrei com mais força do que Bender segura sua cerveja.

Hoje, depois de 7 anos nessa vida, não consigo me imaginar em outro lugar, muito menos fazendo outra coisa. Eu amo meu trabalho, amo a Rede Geek, a Cavalaria Geek e tudo que envolve meu dia-a-dia.

Mas onde isso tudo se conecta? A campanha da Claro, a criação do site em 2007, oportunidade de largar o emprego formal para trabalhar fazendo o que amo em 2010, a criação da Rede Geek em 2013… Eu não deixei a vida pra depois.

Que transformações você quer fazer na sua vida? Onde você é capaz de chegar? É fácil descobrir.

Desperte para a vida, afinal é você quem faz o agora!!!


EU NÃO ACREDITO

toda segunda-feira um novo episódio
Ouça em todas as plataformas
Background

Eu não acredito que finalmente estamos ouvindo o lado B da história da nossa civilização.

Sim. E o nome da escola de pensamento que está a frente desse movimento é a decolonialidade.

Nesta semana, para compreender nossa estrutura social de forma a torná-la mais justa e diversa, vamos entender exatamente o que é e como funciona a decolonialidade!

DESCUBRA NESSE EPISÓDIO:
– De onde surgiu o conceito de decolonialidade?
– Como a decolonialidade atua pra contrapor o imperialismo?
– Qual é a diferença entre decolonialidade e desconstrução?
– Como a decolonialidade se relaciona com o pós-modernismo e a descolonização?
– Existem diferenças entre as linhas de decolonialidade?
– Como a pedagogia decolonial pode beneficiar futuras gerações?
– Qual é o papel da decolonialidade no feminismo?
– Como a questão colonizadora impacta o movimento feminista?
– Qual é a importância da decolonialidade na sociedade brasileira?
– Há muita resistência à decolonialidade? 

REFERÊNCIAS TEXTUAIS
Ailton Krenak conta a sua trajetória e fala da luta permanente dos povos tradicionais no Brasil (Canal YouTube Assembleia de Minas Gerais)
Eleito intelectual do ano, Aílton Krenak ensina: “A vida não é útil” (ECOA – UOL)
90º aniversário da Dra. Maya Angelou (Doodle)
Arcas de Babel: Lubi Prates traduz Maya Angelou (Revista Cult)
Falando em línguas: uma carta para as mulheres escritoras do terceiro mundo (Revista Estudos Feministas)
Poema “Canção Peregrina” de Graça Graúna (Revista Acrobata)

Gostou do episódio? Mande um comentário em áudio pelo WhatsApp +55 11 98765-6950. Seu comentário poderá aparecer no podcast Serviço de Atendimento à Cavalaria (SAC).


mande seu comentário em áudio