play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
  • Home
  • keyboard_arrow_right Arquivo
  • keyboard_arrow_right Blog
  • keyboard_arrow_right O Jogo – The Game

O Jogo – The Game

762 Resultados / Página 1 de 43


Background

O Jogo é um jogo mental do qual participamos, e a partir de agora você também.

O objetivo d’O Jogo é que você esqueça que ele existe e assim toda vez que lembrar você perde. Não há como escapar, você vai perder O Jogo, e quando isso acontecer deve admitir isso publicamente, afinal só há valor no seu esforço se demonstrar dedicação. Como neste momento você foi lembrado que O Jogo existe você perdeu. Diga isso em voz alta. Sim, O Jogo tem regras e estas regras não podem ser desrespeitadas. Não adianta reclamar.

Pra ficar bem claro aqui vão as regras d’O Jogo:

1. Todos que tomam conhecimento d’O Jogo estão automaticamente participando;

2. Todas as vezes que um participante lembrar que O Jogo existe ele perde;

3. Todo o participante deve anunciar cada uma de suas derrotas.

E como você deve anunciar a derrota? A maneira mais simples é dizer em voz alta “Perdi” ou “Eu perdi O Jogo”. Não se acanhe, você já perdeu e, portanto, deve admitir. Não importa onde esteja o anúncio deve ser feito. Você pode usar outros meios de comunicação para informar sua derrota, como o Twitter ou o -MSN- Live Messenger. Lance um tweet com “Perdi” e sua derrota é de conhecimento público, como mandam as regras.

Tem gente que se diverte apenas por anunciar sua própria derrota e ficar atento a quantas pessoas a sua volta também o farão, mas existem outras maneiras de se divertir com O Jogo. Vou deixar alguns exemplos aqui de como sacanear seus amigos que também estão participando, assim você não se sentirá solitário na derrota:

– Escreva a palavra “Perdi” em um post-it e cole no monitor de um colega de trabalho participante quando ele não estiver ali;

– No meio de uma reunião, de preferência quando outra pessoa estiver falando, diga “perdi” num tom de voz mais baixo, mas audível;

– Quando seu amigo estiver muito concentrado em alguma coisa chegue perto dele e anuncie em alto e bom som: “Perdi”;

– No meio da madrugada ligue pro participante e quando ele atender diga apenas “perdi” e desligue;

– Numa balada, quando um participante estiver a ponto de pagar aquela gata depois muito xaveco, passe ao lado deles e diga “perdi”;

– Quando ele for receber uma notícia importante ou pela qual estava muito ansioso, diga “perdi”;

– No meio de uma prova cascuda na faculdade, quando estiver aquele silêncio sepulcral, anuncie em voz alta “perdi”.

A partir de agora você pode se divertir com O Jogo, e perder sempre, como todos nós. =)

Perdi. =(


EU NÃO ACREDITO

toda segunda-feira um novo episódio
Ouça em todas as plataformas
Background

Eu não acredito que o conceito de comunicação não-violenta só surgiu na década de 1960.

A técnica, criada pelo psicólogo norte-americano Marshall Rosenberg, pretende criar formas de conexão mais profunda e empática para solucionar conflitos, e já foi usada em casos de crises internacionais ao longo dos anos.

Nesta semana, vamos entender tudo sobre a comunicação não-violenta e como ela pode ser usada nas nossas vidas!

DESCUBRA NESSE EPISÓDIO:
– O que é comunicação não-violenta?
– É possível ser violento mesmo falando de forma tranquila?
– Por que é importante se conectar com o outro numa discussão?
– O que Gandhi tem a ver com a comunicação não-violenta?
– Como posso aprender a comunicação não-violenta?
– A comunicação não-violenta é útil no ambiente de trabalho?
– A comunicação não-violenta está ligada à mediação judicial?
– O que é preciso para usar a comunicação não-violenta?
– Existem cursos de comunicação não-violenta?
– Como a comunicação não-violenta pode melhorar a vida em sociedade?

OFERECIMENTO
Bradesco
G-Locks Fechaduras Eletrônicas

LINKS DO PROGRAMA
Podcast TERAPIA DE PERSONAGENS
Apagão – Ruas de Fúria
BarbaraDuarte Podcast #10 – A Guerra do Streaming, com Tato Tarcan
BarbaraDuarte Podcast #9 – Um Guia Para a Black Friday, com Prof. Maury
Baseado em Fatos Surreais Podcast
EU NÃO ACREDITO – Masculinidade
EU NÃO ACREDITO – Meditação

REFERÊNCIAS TEXTUAIS
Conciliação e mediação – estatísticas (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo)
A comunicação não violenta como instrumento de pacificação social (Jus)
CNV – Comunicação não violenta para melhores diálogos e relacionamentos (Descola)
Curso de Comunicação não violenta: Consciência para agir (Alura)
Ahimsa (Wikipédia)

Gostou do episódio? Mande um comentário em áudio pelo WhatsApp +55 11 98765-6950. Seu comentário poderá aparecer no podcast Serviço de Atendimento à Cavalaria (SAC).


mande seu comentário em áudio