play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
  • Home
  • keyboard_arrow_right Arquivo
  • keyboard_arrow_right Blog
  • keyboard_arrow_right Max Payne – O Filme

Max Payne – O Filme

951 Resultados / Página 1 de 53


Background

Olá para todos.

Este final de semana eu finalmente assisti um filme que eu estava esperando a muito tempo. Assisti o Filme do Max Payne. Para aqueles que não sabem, Max Payne é um jogo de tiro em terceira pessoa lançado em 2001 e o primeiro a incorporar o bullet-time do matrix.

Eu joguei apenas o Max Payne 2, mas adoreio o jogo, com elementos de ação lembrando os filmes do John Woo e do filme Duro de Matar onde o personagem no final está quase morto mas ainda consegue aumentar sua contagem de corpos. A História lembra muito a do Mad Max ou Justiceiro, onde após perder a esposa, o personagem perde o medo de morrer e parte para o “Vamos quebrar tudooooo!!!!”.

O filme em si foi legal. Vendo da perspectiva de uma pessoa que não conhecia a história do primeiro jogo, é um filme de tiro comum, sem kung-fu ou lutas corpo-a-corpo. Já do ponto de vista de um gamer, foi muito legal ver o bullet-time aparecendo nos momentos certos, e o tipo de tiroteio “atire primeiro, pergunte depois”. O enredo tinha uma trama legal muito parecida com a do game, mas com as modificações que vem com uma adaptação.

Mark Wahlberg estava bem de Max, já Mila Kunis se revelou uma boa Mona em poucos momentos do filme. isso talvez se deva pelo fato de que ela sempre me lembra Jackie Burkhart do "That 70's Show".

Eu aconselho aqueles que jogaram o game a irem para o cinema, e para aqueles que não conhecem assistirem mesmo assim, mas lembrando que este, como os outors filmes de jogos (fora Street Fighter e Mortal Kombat) são uma experiência melhor para os fãns do game.

Vocês podem ver o trailer oficial do filme abaixo e ver um spoiler com comentários extras clicando no link spoiler.

Um ponto que eu gostei foi como eles colocaram as Valquírias vindo buscar seus guerreiros sem mostrar se estas eram apenas alucinações ou realidade. Esta experiência foi particularmente legal para mim que não joguei primeiro jogo.

A forma como Max aparece drogado, como se estivesse sob o efeito do Pain Killers (Analgésicos), foi muito legal tambem, e me lembrou muito o Doom como o personagem se tornava um atirador insano.

Uma coisa que eu não gostei foi o fim dado para Mona Sax que na verdade não tem fim, o que altera o inicio do game “Max Payne 2” onde ela deveria estar morta.


EU NÃO ACREDITO

toda segunda-feira um novo episódio
Ouça em todas as plataformas
Background

Eu não acredito que vamos poder viajar para o espaço como turistas!

Ainda que esse sonho leve décadas pra se realizar, o fato é que a era do turismo espacial começou, e começou com tudo, com ricaços do planeta fazendo sua própria versão da corrida espacial.

Nesta semana, vamos entender todos os detalhes do desenvolvimento e viabilidade do turismo espacial nos próximos anos!

DESCUBRA NESSE EPISÓDIO:
Desde quando existe o turismo espacial?
– É preciso passar por um treinamento para ser turista no espaço?

Quais são os maiores desafios para o turismo espacial se tornar algo real e frequente?
Qual seria a diferença entre Jeff Bezos e Elon Musk?
– Como uma crescente no turismo espacial pode impactar o meio ambiente?
Qual é o impacto social do turismo espacial?
– Como o turismo espacial impacta o meio ambiente?
– Existe uma “corrida espacial do turismo” entre bilionários?

REFERÊNCIAS TEXTUAIS
‘Bem-vindos à segunda era espacial’, diz diretor da missão da SpaceX após sucesso no pouso (G1)
Richard Branson faz voo bem-sucedido e inaugura a era do turismo espacial (Veja)
SpaceX enviará 4 pessoas ‘comuns’ para o espaço; veja como foi a preparação (Uol)
Jeff Bezos, homem mais rico do mundo, vai ao espaço e agradece a clientes da Amazon: ‘Vocês pagaram’ (G1)
Quanto custa viajar para o espaço, como fez o homem mais rico do mundo? (Uol)

Gostou do episódio? Mande um comentário em áudio pelo WhatsApp +55 11 98765-6950. Seu comentário poderá aparecer no podcast Serviço de Atendimento à Cavalaria (SAC).


mande seu comentário em áudio