play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
  • Home
  • keyboard_arrow_right Arquivo
  • keyboard_arrow_right Blog
  • keyboard_arrow_right Dilemas de programador!

Dilemas de programador!

1054 Resultados / Página 1 de 59


Background

Hoje eu tomei uma decisão que me fará trabalhar um pouco mais do que eu tinha planejado. Esta decisão refere-se simplesmente à abandonar um projeto que eu estava desenvolvendo em Postgres SQL para voltar a trabalhar com MySQL.

Esta mudança em si nem é tão traumática, tendo em vista que MySQL é batutinha e eu já estou manjando um bocado. Mas a questão é que eu queria aprender a utilizar o Postgres que, dizem, é melhor.

Superei o fato assim como superei quando decidi aposentar minha programação em C para começar PHP, mas isso não muda o fato de que diversas vezes somos obrigados a abandonar linguagens e métodos que gostamos porque o mundo nos obriga, seja porque o nosso trabalho exige ou porque o servidor que utilizamos não tem os recursos nescessários atendendo apenas a maioria.

Pensando nisso, decidi compilar uma lista das linguagens / ferramentas / frameworks que prometem e mais utilizados. Isso com certeza ajudará você a escolher um caminho na hora de programar:

  • Python
  • PHP (até o Tato que é designer já se atreveu a editar)
  • Java (eu não gosto, mas as corporações amam)
  • Ruby
  • Ruby on Rails
  • C#
  • Javascript (sem ele não existiria Web 2.0)
  • JQuery (Framework de Javascript)
  • AJAX (técnica na verdade)
  • MySQL (banco de dados existente em 99% dos servidores)

Observe que Flash ActionScript está fora da lista porque ele é muito pesado para pouco ganho. Sabe como é né, coisa de designer!


EU NÃO ACREDITO

toda segunda-feira um novo episódio
Ouça em todas as plataformas
Background

Eu não acredito que a TV a cabo está perdendo 170 mil clientes por mês no Brasil!

A migração de espectadores para serviços de streaming é intensa, rápida e inegável: estamos criando um novo padrão de como consumimos conteúdo que costumávamos assistir nas emissoras de televisão.

Neste episódio do EU NÃO ACREDITO, vamos entender qual é o futuro da televisão nos próximos anos!

DESCUBRA NESSE EPISÓDIO:
–  Como é o processo de inovação dentro do mercado de TVs?
–  O papel da televisão mudou?

– Como o streaming mudou o consumo de conteúdo?
– Já estamos ficando saturados de plataformas de streaming?
– Como escolher entre as plataformas de streaming?
– Como fica a TV a cabo no cenário de streaming?
– Qual é o papel das TV boxes no mercado atual?

OFERECIMENTO
G-Locks Fechaduras Eletrônicas

REFERÊNCIAS TEXTUAIS
Sinal dos tempos: TV por assinatura perde 6 milhões de clientes em 7 anos (Veja)
Lei 12.485 – Lei da TV Paga (Site do Planalto do Governo)
Lei sobre TV por assinatura é resposta à necessidade de desenvolvimento do mercado brasileiro, afirma diretor da Ancine (Jusbrasil)
Ancine: TV paga superou cota de exibição de conteúdo nacional em 2016 (Agência Brasil)
Sociedade pode contribuir com modernização da Lei da TV por assinatura (Governo do Brasil)
Opinião: TV paga vai acabar? Não, mas no futuro talvez mude de nome (Uol)
IPTV fez pirataria mais que triplicar no Brasil, diz Claro. (Uol)
Explosão de consumo infantil e filmes faz TV paga renascer em meio à quarentena. (Uol)

Gostou do episódio? Mande um comentário em áudio pelo WhatsApp +55 11 98765-6950. Seu comentário poderá aparecer no podcast Serviço de Atendimento à Cavalaria (SAC).


mande seu comentário em áudio